11 3050.6300
DRA. ANA LÚCIA BELTRAME • CRM-SP 97.198
GINECOLOGIA, OBSTETRÍCIA E REPRODUÇÃO HUMANA

A maconha, o tabagismo e a infertilidade

Você sabia que o seu estilo de vida pode comprometer a fertilidade? Não praticar de atividades físicas, ingerir de álcool em excesso e o consumo da maconha podem ser alguns hábitos arriscados.

No caso do tabagismo, por exemplo, um estudo do The American College of Obstetricians and Gynecologists (The College) – ACOG, apontou que entre as consequências negativas de fumar está a infertilidade masculina, que foi classificada com um dos riscos agudos do hábito.

Já no caso da maconha, pesquisas recentes publicadas no britânico, The Independent, sugerem que fumar a erva dobra o risco de infertilidade em homens, pois altera significativamente a forma e o tamanho dos espermatozoides produzidos.

No artigo de hoje, vamos esclarecer algumas dúvidas sobre o tabagismo, a maconha e a infertilidade masculina. Achou interessante? Então não deixe de acompanhar o nosso conteúdo!

O tabagismo e a infertilidade

A maconha, o tabagismo e a infertilidade

De acordo com informativo para pacientes da The American Society for Reproductive Medicine (ASRM), apesar da grande maioria das pessoas conhecerem os perigos do cigarro, como, por exemplo, doenças cardíacas, vasculares e pulmonares, muitos indivíduos desconhecem os problemas que o hábito pode trazer, tanto para a fertilidade masculina quanto para feminina.

O informativo da ASRM também explica que o tabagismo pode trazer complicações para a gravidez e, ainda, disfunção erétil nos homens.

Além disso, as taxas de infertilidade entre as mulheres e os homens que fumam são cerca de duas vezes maiores, se comparadas aos não fumantes. E o risco de infertilidade aumenta com o número de cigarros consumidos por dia.

Mulheres fumantes e a infertilidade

Os produtos químicos presentes na fumaça do cigarro, como por exemplo, a nicotina e o monóxido de carbono, podem acarretar a perda de óvulos e acelerar a menopausa.

Segundo a publicação, a menopausa pode ocorrer entre um e quatro anos mais cedo em mulheres que fumam – se comparado com as mulheres não fumantes.

Homens fumantes e a infertilidade

No homem fumante é observada uma redução do número de espermatozoides e redução da capacidade dos destes fertilizarem os óvulos, caracterizada pela diminuição da motilidade (capacidade de locomoção do espermatozoide) e pelo aumento de anormalidades morfológicas, citadas no informativo da ASRM.

A maconha e a infertilidade

No caso da maconha, segundo publicado no The Independente, a infertilidade mais frequentemente afeta os homens mais jovens, ou seja, aqueles com até 30 anos.

Especula-se que as pessoas do sexo masculino com menos idade tendem a fumar maconha com maior frequência e em doses mais altas, se comparado aos mais velhos.

O tamanho e a forma dos espermatozoides estão relacionados a sua capacidade de nadar e fecundar o óvulo. O uso regular da substância pode afetar o tamanho considerado normal da célula reprodutiva e ainda a sua capacidade de se locomover em direção ao óvulo e penetrá-lo.

Isso compromete a habilidade de passar além do colo do útero e fertilizar a célula reprodutiva feminina.

Infertilidade tem a possibilidade de ser revertida com a suspensão do uso da substância?

Para retomar a fertilidade, a sugestão da pesquisa é interromper o consumo da droga por três meses para que o ciclo de produção de esperma seja capaz de criar novos espermatozoides normais.

Uso regular de roupas apertadas e exposição ao calor também podem ser vilões da fertilidade?

A produção de espermatozoides nos testículos é afetada quando esses são submetidos a temperaturas mais altas que a habitual. Os testículos são localizados fora da cavidade abdominal, justamente porque necessitam de uma temperatura menor que a corporal para desempenhar otimamente sua função.

Desta forma o uso regular de saunas e o ciclismo de alta performance podem gerar alterações na qualidade do sêmem.

A pesquisa também sugeriu que em relação ao número de espermatozoides, o uso regular de roupas íntimas apertadas poderia influenciar diretamente na contagem da célula reprodutiva masculina, explicado por esse mesmo raciocínio.


Veja +


Impotência sexual masculina
O que é endometriose?
Orgasmo feminino e infertilidade. Existe relação? Desvende esse e outros mitos!
A maconha, o tabagismo e a infertilidade
Como a endometriose pode causar a infertilidade?

<< Voltar