Primeira gravidez

Após a concepção, inúmeras são as modificações no corpo da mulher. O corpo inicia uma série de transformações para facilitar a interação entre o metabolismo da mãe e do bebê. Por esse motivo, começam a surgir os primeiros sintomas de gravidez, que variam muito de pessoa para pessoa.

Ainda existe a possibilidade de os sintomas de cada gestação serem diferente das demais. Os sinais de gravidez são muito variados e podem ser experimentados, ou não, nas mais diferentes intensidades e combinações de cada nova gestação.

E o atraso menstrual não é a única manifestação do corpo no comecinho da gestação. Durante o primeiro trimestre (as primeiras 12 semanas), por exemplo, a maioria das mulheres precisa de mais descanso do que o habitual. E ainda podem ter sintomas de náuseas e vômitos.

Outras alterações também podem mostrar que uma gravidez está a caminho. Por isso, resolvemos mostrar, no artigo de hoje, quais são alguns os primeiros sintomas da gravidez. Acompanhe:

Conheça quais são alguns dos primeiros sintomas da gravidez

Náuseas e vômitos

Além do atraso menstrual, que pode ser uma das primeiras manifestações da gravidez (como citamos no início do post), as náuseas e vômitos podem aparecer também bem no início, muitas vezes até antes da parada da menstruação.

Para a maioria das grávidas, elas desaparecem no segundo trimestre (a partir da 14ª semana de gravidez). Para algumas mulheres, duram poucas semanas, já para outras gestantes, os sintomas podem persistir por toda a gestação.

Porém, elas se tornam sinais de alerta quando o quadro é contínuo. Ou seja, a náusea é quase permanente e os vômitos se repetem após todas as refeições caracterizando a hiperêmese gravídica. O distúrbio pode atingir aproximadamente 3% das grávidas.

As mulheres com hiperêmese gravídica necessitam de tratamento para cessar seus vômitos e restaurar fluidos corporais. Às vezes, é necessário o tratamento hospitalar.

Dores de cabeça

Algumas mulheres podem ter dores de cabeça na gestação, especialmente, no primeiro trimestre devido às alterações hormonais.

Sono em excesso

O excesso de hormônios circulando e o metabolismo mais lento logo podem deixar a gestante com mais sono. Por isso, é recomendável que a grávida descanse depois das refeições.

Cólicas

Algumas grávidas podem sentir dores semelhantes às cólicas menstruais. Porém, isso é um sinal de que o útero está se preparando para a expansão que sofrerá ao longo da gravidez.

Aumento da frequência urinária

Com o aumento de líquido circulando pelo corpo, os rins aceleram seu funcionamento, eliminando mais resíduos. Além disso, o crescimento do útero faz pressão contra a bexiga, que não consegue reter a urina. Ou seja, o número das idas ao banheiro pode aumentar consideravelmente.

Se você sentir alguma diferença ou algo estranho com os primeiros sintomas da gravidez, o ideal é que você converse com o médico que está fazendo seu acompanhamento, para que juntos encontrem uma solução para o problema.

E então, o que você achou do artigo sobre os primeiros sintomas da gravidez? Ele foi útil para você? Se tiver alguma outra dúvida, entre em contato!