Vários fatores podem influenciar no sucesso de uma fertilização assistida, sendo que a idade é uma das principais variáveis.

Isso porque , com o passar do tempo, há uma perda numérica, mas também de qualidade das células reprodutivas femininas.

O estilo de vida pode também contribuir com a fertilidade e sucesso dos tratamentos, uma das maneiras do casal otimizar suas chances de engravidar é cuidar melhor do corpo e da mente.

Os tratamentos para a infertilidade podem ser resumidos em duas categorias de complexidade. Os procedimentos de baixa complexidade são aqueles onde não há a manipulação de embriões (in vitro), sendo eles a indução da ovulação associada a relação sexual programada e inseminação artificial. A fertilização in vitro (FIV) é considerada de alta complexidade pois necessita de um laboratório especializado para a fertilização dos gametas e produção dos embriões.

O tratamento de fertilização in vitro é indicado para os casais inférteis que estão passando pelas seguintes situações:

• Problemas nas trompas, que podem estar danificadas ou bloqueadas ou não possam ser tratados com cirurgia;
• Alguns tipos de infertilidade masculina;
• Endometriose grave.
• Insuficiência ovariana, ou seja, quando os ovários param de realizar sua função reprodutiva, com a produção de óvulos;
• Infertilidade sem causa aparente.

O momento é delicado, causa muita ansiedade e frustração e é compartilhado por outros tantos casais na atualidade, ao contrário do que se pode pensar. E a possibilidade de dividir os medos, anseios, expectativas e, principalmente, de sanar as dúvidas decorrentes dessa situação é o primeiro passo para o enfrentamento da dificuldade de engravidar.

Consulte um especialista e saiba qual é o tratamento ideal para você!