A fertilização in vitro é uma técnica indicada para mulheres que já tem um diagnóstico de problemas nas trompas que não podem ser tratados, endometriose grave, insuficiência ovariana ou infertilidade sem causa aparente, e homens com baixa contagem de espermatozoides ou com alteração na forma deles.

Esse tipo de fertilização é uma categoria de maior complexidade pois necessita de um laboratório especializado para a fertilização dos gametas e produção dos embriões. Os óvulos são fecundados fora do corpo da mulher – ‘in vitro’ – e recolocados dentro do útero já em forma de embrião.

Após uma série de exames e acompanhamento numa clínica especializada é agendada a coleta do material para a produção dos embriões. O homem fornece uma quantidade do esperma colhido em laboratório e a mulher passa por uma indução de ovulação e coleta dos óvulos.

Depois de fecundado o embrião é posicionado dentro do útero num processo semelhante ao realizado no exame de Papanicolau. Após cerca de 14 dias é realizado um exame que verifica o sucesso do método, atestando a gravidez.

As instalações do laboratório, os recursos tecnológicos e o controle de qualidade são fatores primordiais na escolha do laboratório para nossas pacientes. Atualmente realizamos nossa parte laboratorial no Laboratório de Reprodução Humana do Hospital Sírio Libanês ou no Laboratório de Reprodução Humana do Hospital Santa Joana, laboratórios referências da área.⠀