Clínica de Reprodução Assistida - Descubra como escolher a ideal

Muitos casais têm o sonho de construir uma família, mas não conseguem engravidar ou escolher a clínica de reprodução assistida ideal. Antes de chegar a esse estágio, priorizaram os estudos e a estabilidade na carreira profissional, viajaram o mundo, mas ao tomar a decisão mais importante de suas vidas, foram surpreendidos com essa dificuldade.

Após essa constatação, depois do sentimento de frustração, até mesmo de culpa, normalmente sentem-se confusos e desorientados, pois, apesar de possuírem possibilidades financeiras para concretizar esse sonho, precisam encontrar o profissional e a clínica adequados para chegar a um diagnóstico e iniciar um tratamento. Mas como procurar uma clínica especializada? Como deve ser o atendimento, nesses casos? Qual o tratamento mais adequado?

Bem, vamos começar a responder tais questionamentos, mas antes é preciso saber que esse tipo de situação exige, antes de tudo, acolhimento. Em primeiro lugar, é necessário reforçar o momento adequado de procurar ajuda profissional. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida (SBRA), 85% dos casais engravidam em até um ano de tentativas, em relações sexuais regulares e sem uso de qualquer controle contraceptivo.

Segundo o conceito acima, apenas após um ano de tentativas o casal deveria procurar o especialista em reprodução assistida, entretanto, isso não pode ser considerado uma regra! Um ano de tentativas para um casal na faixa dos 40 anos, em termos reprodutivos, é totalmente diferente de um ano de tentativas para um casal na faixa dos 20. Portanto, não deixe de comunicar ao seu ginecologista quando tomarem essa decisão.

Acolhimento define escolha da clínica de reprodução assistida ideal

Nesse tipo de situação, o acolhimento deve ser critério primordial aos casais que decidem procurar pela clínica de reprodução assistida ideal. Afinal, o casal que vive esse momento quer ser atendido por profissionais qualificados, experientes e atualizados, em relação às técnicas de tratamento, mas, acima de tudo, sensíveis. É preciso contar com um profissional e uma equipe que estejam dispostos a ouvir o marido e a esposa, sanar suas dúvidas, acolher suas dores e seus medos, além de apontar possíveis causas e caminhos para o tratamento da infertilidade.

Quais são as opções de tratamento?

Quanto às opções de tratamento disponíveis para a infertilidade, tudo depende da causa, conforme orientação dos profissionais do The American College of Obstetricians and Ginecologistics (Acog). Podem ser recomendadas cirurgias, medicações, associação de tratamentos diferentes e outras abordagens, até mesmo mudanças nos hábitos de vida – como a prática regular de exercícios físicos, ter uma alimentação equilibrada e outros.

As técnicas de reprodução assistida são divididas entre baixa e alta complexidade, onde aquelas consideradas de alta complexidade são as que envolvem todos os tratamentos em que óvulos e espermatozoides são manipulados, também chamada de Fertilização In Vitro (FIV). Por meio da FIV, os espermatozoides são combinados com o óvulo em laboratório, gerando o embrião, que posteriormente é transferido para o útero. O tratamento é indicado em casos específicos, como infertilidade masculina, obstrução tubária e outros, ou mesmo nos casos em que não há uma causa definida. O fato é que a infertilidade pode ser tratada com sucesso em muitas situações.

O momento é delicado, causa muita ansiedade e frustração e é compartilhado por outros tantos casais na atualidade, ao contrário do que se pode pensar. E a possibilidade de dividir os medos, anseios, expectativas e, principalmente, de sanar as dúvidas decorrentes dessa situação é o primeiro passo para o enfrentamento da dificuldade de engravidar.  Os profissionais da Ella – Centro de Saúde Feminina estão à disposição dos casais para oferecer essa importante acolhida e apontar possíveis diagnósticos, pois a família é nossa maior paixão.

Referências:

http://sbra.com.br/ – Quando procurar um especialista em medicina reprodutiva? – Infográficos da Sociedade Brasileira  de Reprodução Assistida (SBRA)

http://www.acog.org/ – Questionário com perguntas frequentes sobre a saúde da mulher, publicado em outubro de 2017 pelo The American College of Obstetricians and Gynecologists – The College (ACOG).